ESCRITORA - CURSOS

PALESTRAS - COACHING - CURADORIA

Fóruns

Fóruns
 /  Fóruns
    • Fórum
    • Tópicos
    • Posts
    • Freshness
    • A história de Clarice
      A história de Clarice conta a história de uma menina de 10 anos que nunca se sentiu amada pela mãe. Até que um dia, a mãe "fez o que fez" e tudo mudou na vida da pequena Clarice e de seu irmãozinho André, que precisaram ir morar com a tia Lu numa cidade do interior. Este é um livro que dialoga com três histórias de minha infância: A bolsa amarela, O soldadinho de chumbo e A pequena vendedora de fósforo. O encontro de Clarice com estes livros e o amor da tia Lu redimensionaram a vida da menina para sempre. Gostou do livro? Será que você também leu alguns dos livros importantes da minha vida? Conte para mim? Vou adorar ler sua mensagem.  
    • 1
    • 1
    • 18:00, 04 ago 2016

       admin

    • A menina e o golfinho
      A menina e o golfinho é uma história de amor e superação, de encontros e amizade. Conta a história da menina Jade, que adora o mar e os golfinhos que nadam na linha do horizonte, e de Nuno, um “golfinho menino” que adora ver as crianças brincando na beira do mar. Um dia, um incidente inesperado faz com que vários golfinhos encalhem exatamente na beira da praia onde Jade mora. Crianças e adultos se mobilizam para salvar os golfinhos. Jade acaba salvando Nuno. Desse encontro entre golfinho e menina nasce uma amizade que vai mudar a vida dos dois para sempre. Esta é muito mais do que uma história de amor e aventura entre uma menina e um golfinho. É uma história que fala de sonhos e convida as crianças a pensar suas relações com os animais e com a família. O que achou da história de Jade e Nuno? Você também se preocupa com a natureza e sua preservação? Leu o livro impresso ou digital? Estou curiosa para ler suas respostas e impressões sobre esta história que mobilizou milhares de leitores e foi finalista do Prêmio Jabuti 2015 na categoria Livro Digital e selecionado para compor o Programa de Leitura do Instituto Ayrton Senna em 2015 e 2016.
    • 1
    • 1
    • 06:58, 10 ago 2016

       admin

    • Carteiro tem nome?
      Este é um livro que conta a história dos primos Caio e Bia quando se depararam com carteiros, despedidas, cartas, bilhetes e telegramas. Uma surpreendente história, que na verdade é uma homenagem ao carteiro, profissional tão desconhecido das crianças contemporâneas, sobretudo das que moram em prédios nas grandes cidades. E para você, carteiro tem nome? Sabe o nome do carteiro que entrega correspondências na sua casa? Ou você nunca pensou nisso? Conte para mim!
    • 1
    • 1
    • 06:58, 10 ago 2016

       admin

    • Enfim, atleta!
      Enfim, atleta! conta a história de Antônia, uma menina que sonhava em ser tenista, mesmo tendo nascido em uma cidadezinha que nem no mapa existia. Criada pelos avós, Antônia vai ter que superar muitas dificuldades para se tornar uma atleta. Até porque muita gente de sua cidade torcia contra. “As pessoas têm mania de dizer que a gente tem que desistir de um sonho quando ele parece muito maluco, ou muito grandioso, como diria a Dona Corinha. Eu não concordo. Ainda bem que não acreditei no que me disseram lá na minha cidade quando eu era pequenininha”. E você, tem algum sonho? Já realizou ou será que desistiu de seu sonho? Compartilhe comigo, vou adorar saber!
    • 1
    • 1
    • 06:59, 10 ago 2016

       admin

    • Era uma vez três velhinhas
      Pense em uma história com três velhinhas para lá de divertidas, daquelas que não deixaram o tempo apagar a alegria, a vitalidade e o amor pela vida e pelas pessoas. Pois então, assim são as três velhinhas desta história: Marina, Mercedes e Virgínia, que insistiam em continuar meninas.  Na verdade, eram meninas disfarçadas de velhinhas. Cada uma tinha o seu talento particular, pareciam até fadas! E elas adoravam compartilhar aquilo que tinham de melhor com as crianças. Este foi um livro escrito para falar da vida, da alegria de viver, de três vidas muito bem vividas e compartilhadas, mas como tudo na vida tem começo, meio e fim, um dia as três foram embora da vida sem pedir licença. E com isso, este livro acabou de tornando um delicado livro que falar sobre a partida das pessoas, mas uma partida doce, que deixa saudades, mas boas lembranças guardadas em cada um que aqui fica. Será que alguém querido para você já partiu desta vida sem pedir licença?
    • 1
    • 1
    • 06:59, 10 ago 2016

       admin

    • Lendas urbanas
      Lendas urbanas são realmente um mistério. Será que elas aconteceram de verdade ou são apenas acontecimentos modificados pela imaginação popular? Quem vivenciou algum caso jura de pé junto que é verdade. Quem não acredita nessas histórias acha que tudo não passa de invenções do povo. Mas as lendas urbanas começam assim: algo acontece em algum lugar, num determinado momento, a história vai sendo contada de boca em boca através dos anos, quem sabe até dos séculos, e um dia acaba virando lenda. Muitas vezes, a verdadeira origem daquela história fica esquecida de tanto que a história se modificou. Que nem brincadeira de telefone sem fio, que tudo vai de modificando à medida que vamos cochichando no ouvido do vizinho. Neste livro vocês vão encontrar cinco lendas urbanas contadas com sabor de mistério. Este livro vai deixar todo mundo de cabelo em pé! Mas ao mesmo tempo é um livro que todos querem ler e reler mil vezes. E você, ficou de cabelo em pé lendo esse livro? Será que conhece outras lendas urbanas?
    • 1
    • 1
    • 06:59, 10 ago 2016

       admin

    • No meio do caminho tem uma porta
      No meio do caminho tem uma porta é um misto de invenção e memória, tudo junto e misturado. São seis contos inspirados nas questões mais cotidianas que todos passam.  No meio do caminho tem uma porta, mas no meio do caminho também têm muitas dúvidas, perguntas, indecisões, alegrias, choros, lembranças e saudades. Claro que também têm algumas bagunças no quarto, das boas! E tem até um pé de cueca, nunca viu? Pois é... mas tem! No meio do caminho tem a vida sendo vivida, cheia de sentimentos e descobertas. Topa abrir a porta e descobrir o que acontece? Mas não esqueça de me contar se você já fechou alguma porta na sua vida, se já brotou um pé de cueca no seu quarto, se já inventou alguma história, se você se faz muitas perguntas... Vou adorar saber!
    • 1
    • 1
    • 06:59, 10 ago 2016

       admin

    • Nos bastidores do imaginário
      Nos bastidores do imaginário: criação e Literatura Infantil e Juvenil é o resultado de minha dissertação de mestrado, defendida no final de 2005, na UFRJ. Neste livro, proponho um estudo sob três diferentes olhares: o de pesquisadora, o de escritora e o de leitora. Analiso quatro obras da autora Ana Maria Machado apontando caminhos para pensarmos a Literatura Infantil e Juvenil e seu diálogo com a Teoria Literária. No fundo, este livro traça percursos para se alcançar uma Literatura Infantil e Juvenil de qualidade, uma literatura que dialogue com a alma da criança e do jovem. Quero saber o que vocês acharam deste livro?
    • 1
    • 1
    • 16:36, 21 ago 2016

       Anna Claudia Ramos

    • O menino das palavras
      O menino das palavras se chama Aldo, menino curioso, que falava sem parar e vivia ganhando broncas na escola. Como resposta às reclamações que recebia, dizia à sua mãe que a culpa era das palavras: elas 'saíam' da sua boca quando a abria! Um dia, Aldo conhece Maria, que se comunicava por meio da linguagem de LIBRAS. As palavras que Aldo tanto amava de nada serviam para se comunicar com a nova amiga. Desse encontro nasce uma bela amizade, novos aprendizados e muitas descobertas. O menino das palavras é um livro que vai mexer com seus valores sobre o amor e amizade. E você, já teve que aprender algo novo em sua vida? E será que você tem algum amigo como Maria?
    • 1
    • 1
    • 06:59, 10 ago 2016

       admin

    • Odemar
      O nome nos identifica. Diz quem nós somos. Conta um pouco de nossa história. Mas... E quando temos um nome diferente? Ou nome que não gostamos ou temos vergonha? Como lidar com isso? O menino Odemar não gostava de seu nome, até o dia que um encontro inesquecível com uma escritora mudou sua história para sempre. Este livro nasceu de forma muito singular, num encontro na Jornadinha Literária de Passo Fundo, quando autografei o livro de um menino chamado Odemar. Desse encontro surgiu a ideia de escrever esta história. Levamos anos para achar o Odemar e entregar o livro a ele, mas conseguimos em 2015. Foi uma festa! O que você achou da história do Odemar? Também tem um nome diferente? Tem algum amigo na mesma situação? Conte para mim!
    • 1
    • 1
    • 07:00, 10 ago 2016

       admin

    • Petra do coração de pedra
      Será possível um dia alguém acordar com seu coração transformado em coração de pedra? Sim, é possível. Os moradores de Nanatuthi sabem muito bem disso! Você que leu o livro, sabe como começa essa história: "Nanatuthi é uma cidade cercada de florestas, situada em um grande vale ao norte do Portal Encantando. Para chegar ao portal é preciso atravessar três florestas. A Floresta da Escuridão, a Floresta do Medo e a Floresta Enigmática. Dizem que é muito difícil atravessar esta última. Geralmente quem tenta morre pelo caminho. Não se sabe por quê. Para chegar ao portal, não basta atravessar as três florestas. É preciso passar pela Montanha Mágica e pela Constelação de Órion. Só depois de tudo isso, é possível alcançar a entrada do Portal Encantado. Ninguém sabe ao certo quantas pessoas já conseguiram chegar até o final dessa jornada. A única coisa que se sabe é que para passar pelo portal é preciso desvendar um enigma. Por isso, quase ninguém tem coragem de fazer a travessia. Acontece que a pequena Nanatuthi é uma cidade muito singular. Existe um estranho fenômeno naquele lugar. Eventualmente, o coração de alguns moradores se transforma em um coração de pedra. Nunca nenhuma pessoa havia questionado esse estranho fenômeno. Todos pareciam aceitar normalmente esse fato ou talvez pensassem ser uma maldição que se abatia sobre algumas famílias. Até o dia em que nasceu uma menina chamada Petra". Me conte o que achou desta grande aventura! Vou adorar saber!  
    • 1
    • 1
    • 07:00, 10 ago 2016

       admin

    • Pra onde vão os dias que passam?
      “A pergunta veio outra vez. Pra onde vão os dias que passam? Não quero mais pensar nisso. Quero viver os dias sem saber pra onde vão e muito menos de onde vêm. Quem, até hoje, teve uma história construída no medo, não pode mais perder tempo”. Mariana é uma adolescente incomodada com tantas dúvidas. Em busca de respostas para suas perguntas, ela vai morar nas montanhas e passa por um processo de amadurecimento. No caminho, encontra a Guardiã do Fogo, uma sábia anciã que guarda vários segredos que podem ajudar Mariana. Pra onde vão os dias que passam? Você já pensou sobre isso? tem alguma resposta? Compartilhe comigo!
    • 1
    • 1
    • 07:00, 10 ago 2016

       admin

    • Tempo mágico, tempo de namoros – outra vez!
      Releitura do meu livro Tempo Mágico, Tempo de Namoros, que agora chega ao mercado com uma nova edição chamada Tempo Mágico, Tempo de Namoros – Outra Vez! Na nova versão, transformei as experiências da adolescente Pati, protagonista do livro de 2004, em um diário que é lido por Nina, sua filha, uma adolescente inquieta, intensa e cheia de dúvidas, tal qual a mãe em sua juventude. Nina vai começar a ter suas primeiras experiências sexuais e, enquanto troca mensagens pelo celular com sua melhor amiga, compartilha com a mãe os conflitos tão comuns à adolescência de todas as épocas. Será que você compartilha com seus pais suas experiências? Será que contou quando perdeu a virgindade, ou pretende contar quando for perder? Este livro é uma ótima pedida para uma leitura compartilhada em família, já pensou nisso?
    • 1
    • 1
    • 12:57, 10 ago 2016

       admin